Materiais recicláveis fornecem 40% das necessidades globais de matérias-primas

Milhões de pessoas trabalham ativamente na reciclagem industrial em todo o mundo e juntas elas lidam com mais de 600 milhões de toneladas de materiais recicláveis todos os anos. Com um faturamento anual de mais de US$200 bilhões, semelhante ao Produto Interno Bruto de países como Portugal, Colômbia ou Malásia, o setor já se tornou um fator-chave para o desenvolvimento sustentável. Cerca de 10% desse valor é gasto em novas tecnologias,  pesquisa e desenvolvimento que contribuem para tornar a reciclagem mais eficiente, ecologicamente correta e ainda para a criação de empregos mais qualificados. A indústria de reciclagem tornou-se parte integrante da sociedade moderna, não só devido ao seu impacto social e econômico, mas também porque desempenha um papel vital para o futuro do nosso planeta. A utilização de materiais reciclados é traduzida diretamente em menos recursos naturais sendo gastos e considerável redução de energia consumida quando comparado aos processos de produção que utilizam matérias-primas virgens.

Produto global

Nos últimos anos, muitos países desenvolvidos e em desenvolvimento introduziram objetivos e metas de desempenho ambiental que visam incentivar as pessoas a reciclar. A demanda industrial por produtos reciclados é verdadeiramente global e o comércio internacional de materiais reciclados desempenha um papel fundamental no fornecimento desta matéria prima que é a base de apoio para aumentar os benefícios oferecidos pela indústria. É dever dos governos, das indústrias e da sociedade civil organizada defender o livre fluxo de materiais reciclados e monitorar ativamente as potenciais ameaças impostas por restrições comerciais e outras medidas protecionistas.

Materiais recicláveis não são resíduos

Tentativas de alguns legisladores em classificar e regulamentar produtos recicláveis como "resíduos"  têm sido particularmente prejudicial para a indústria de reciclagem internacional.

Projetado para ser reciclado

O elevado nível de complexidade exigida na concepção de um produto demanda uma ampla variedade de materiais e de componentes o que aumenta o custo da reciclagem e, em certos casos, torna a reciclagem quase impossível e comercialmente inviável. A indústria de reciclagem trabalha em novas soluções para enfrentar a complexidade dos projetos e consistentemente desenvolve campanhas de reciclagem para serem consideradas nos primeiros estágios do desenvolvimento do produto.

Mudando a percepção dos consumidores

Muitos consumidores ainda estão relutantes em comprar alguns itens que contenham materiais reciclados, no entanto, os bens fabricados com materiais reciclados devem cumprir os mesmos padrões de qualidade dos que são produzidos com materiais virgens.

A indústria da reciclagem

  • Mais de 60% do ferro e do aço feitos nos Estados Unidos é produzido usando sucata ferrosa.
  • Reciclar uma tonelada de aço economiza 1,132 kg de minério de ferro, 634,2 kg de carvão e 54,3 kg de calcário.
  • Aproximadamente 60% do alumínio consumido nos Estados Unidos vem do alumínio reciclado domesticamente.
  • 80 milhões de pneus foram reciclados em 2011 para reutilização em diversos segmentos industriais.
  • Mais de 36% da matéria prima utilizada para fazer papel novo vem do papel reciclado.

Economia de energia na utilização de materiais reciclados versus matéria prima virgem :

  • 92% para o alumínio.
  • 90% para o cobre.
  • 87% para o plástico.
  • 56% para o ferro e o aço.
  • 65% para o papel.

Fontes : EPA, International Aluminum Institute, Recycling Research Institute, SRI, USGS e BIR.

Obrigado,
Equipe do Recicle.Net
Processando, aguarde...